Após vídeo falso, Salles volta a afirmar que a Amazônia ‘não está queimando’

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, voltou a afirmar que a Amazônia não está “queimando”. Em uma publicação na conta oficial do Twitter, Salles disse lamentar o vídeo produzido por pecuaristas do Pará, e divulgado por ele, que nega as queimadas na região amazônica e mostra mico-leão-dourado — animal encontrado apenas na Mata Atlântica.
“Lamento o vídeo contendo o mico-leão na Amazônia, embora realmente ela não esteja queimando como dizem”, escreveu Salles no fim da noite de quinta-feira. O vídeo citado por Salles foi divulgado, na quarta-feira (9/9), pelo próprio ministro e pelo vice-presidente, general Hamilton Mourão, que comanda o Conselho Nacional da Amazônia Legal.
O vídeo, de 1 minuto e 38 segundos e que conta com narração em inglês e legendas em português, foi produzido pela Associação de Criadores do Pará (AcriPará), que reúne pecuaristas do Estado.
Embora negue os incêndios na Amazônia, Salles solicitou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a liberação de R$ 134 milhões para continuar o combate às queimadas na região amazônica e no Pantanal. O pedido foi encaminhado por meio de ofício enviado na última quarta-feira (9) ao Ministério da Economia.
Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/brasil
Foto: Carl de Souza/AFP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *