Assembleia instala Frente Parlamentar Contra a Privatização da Chesf

WhatsApp-Image-2017-09-21-at-13.20.12

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) instalou, nesta quinta-feira (21), a Frente Parlamentar Contra a Privatização da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf).

De acordo com o presidente Gervásio Maia, autor da propositura, a venda da Chesf é preocupante, ameaça a segurança hídrica dos nordestinos. Segundo o parlamentar, a privatização da Eletrobrás acarretará em prejuízos ao consumidor, além de ameaçar a soberania nacional. “Quando uma empresa privada investe, ela quer retorno e isso certamente poderá ter impacto na conta de energia do cidadão. O controle das nossas águas precisa ser discutido com profundidade”, afirmou Gervásio.

Gervásio argumentou ainda que uma Frente Parlamentar será aberta em conjunto com todos os estados do Nordeste, liderada pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos  Estaduais (Unale) que atuará contra a iniciativa de privatização da Chesf por parte do Governo Federal. “Essa política do Governo Federal tem nos preocupado muito e precisamos cumprir com as nossas obrigações. Temos que preservar as nossas riquezas, temos que preservar a nossa segurança”, declarou o presidente.

WhatsApp Image 2017-09-21 at 13.20.13Para o deputado Janduhy Carneiro, o povo e as instituições sérias dos diversos estados do Nordeste precisam se unir para impedir que a Chesf saia do controle público e passe para iniciativa privada. “Uma empresa responsável pela geração de energia para o Nordeste jamais pode ser privatizada. Não existe nem motivação lógica para essa proposta, porque a Chesf é uma empresa eficiente e superavitária. Precisamos encaminhar as demandas dessa reunião aos presidentes da Câmara, do Senado Federal, e a presidência da República, mostrando que a Assembleia Legislativa da Paraíba rechaça essa iniciativa”, comentou o parlamentar.

O deputado João Gonçalves defendeu que a Frente é um movimento legítimo do povo, das entidades, dos servidores e dos políticos nordestinos para lutarem juntos por essa causa. “A energia e a água são as coisas mais sublimes e valiosas do nosso povo. Através desse movimento vocês estão tendo o compromisso do Poder Legislativo de que estaremos unidos em defesa da Chesf. Isso é uma questão de respeito e compromisso com as pessoas e a nossa região”, acrescentou João Gonçalves.

WhatsApp Image 2017-09-21 at 13.20.35Segundo Mozart Bandeira Arnaud, que esteve a frente da diretoria da Chesf durante 12 anos, até 2015, a iniciativa do presidente Gervásio Maia em criar a Frente em defesa da estatal é uma ação de extrema importância contra a possibilidade de privatização. “Esta Frente criada pelo presidente Gervásio Maia é mais uma força contrária a ação deste governo com baixíssima credibilidade que, numa crise, numa recessão econômica, um momento ruim para a venda, age sem nenhum debate e sem a transparência adequada”, disse Mozart.

O representante da Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste (FRUNE), Flávio Uchôa, afirmou que a criação da Frente Parlamentar em Defesa da CHESF na Paraíba porque irá encorajar outras assembléias legislativas a participarem do movimento. “Eu parabenizo a iniciativa. É importante que a Paraíba esteja se juntando ao movimento do Nordeste e a nível nacional. A criação dessa Frente Parlamentar vai contaminar as Assembléias Legislativas. A gente espera que isso venha a tomar um corpo maior. Nós já temos a Frente Parlamentar Nacional, que luta pela não privatização do setor elétrico, incluindo a CHESF, com mais de 240 parlamentares envolvidos”, afirmou Flávio.

A sessão de instalação da Frente Parlamentar Contra a Privatização da Chesf contou com a presença das deputadas Camila Toscano e Estela Bezerra, e dos deputados Raoni Mendes e Trócolli Júnior. Também estiveram presentes representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Urbanizada da Paraíba (Stiu-PB), da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), do Movimento dos Atingidos por Barragens, da Federação Regional dos Urbanizados do Nordeste (Frune), além de representantes da sociedade civil organizada.

Agência de Notícias – ALPB

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *