Cearte oferece sete cursos técnicos de arte e inscrições encerram nesta quarta-feira

O Centro Estadual de Arte (Cearte) está oferecendo cursos técnicos de Artes Visuais, Dança, Canto, Áudio Visual, Fotografia, Instrumento Musical e Teatro. Os cursos têm convênio com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e fazem parte do programa MedioTec do Governo Federal lançado na Paraíba no dia 21 de junho. O MedioTec na Paraíba é uma das ações do ParaibaTec que abarca todo o investimento em ensino técnico feito pelo Governo do Estado.

Os cursos do Cearte visam formação artística e dão aos alunos certificado válido para trabalhar em todo território nacional. As inscrições se iniciaram dia 22/06 e se encerram nesta quarta-feira (5). Após as inscrições, os alunos passarão por uma segunda etapa da seleção (específica para cada curso). Estão sendo ofertadas 25 vagas no turno da tarde, contudo, além do número de vagas, mais 25 alunos serão classificados e poderão ser chamados em casos de desistências.

O público alvo são estudantes das escolas públicas que estejam cursando o primeiro ou segundo ano do ensino médio, com prioridade para estes últimos. A intenção é que o curso técnico termine concomitantemente com o ensino médio, abrindo uma porta para o trabalho àqueles que desejam ingressar no mercado de trabalho de imediato.

No entender de Laura Moreno, diretora do Cearte, esses cursos poderão auxiliar o jovem a entrar no mercado com mais competitividade, dando outras opções de trabalho e emprego. “Quando eles têm acesso a determinado conhecimento podem ir se desenvolvendo muito melhor para conseguir um trabalho com mais firmeza e capacitação, sendo mais uma oportunidade para estudantes da escola pública”, lembra.

O curso na modalidade concomitante terá duração de 952 horas, um ano e meio, sempre à tarde, de segunda a sexta. Todas as aulas serão presenciais. Os cursos oferecidos possibilitarão que os egressos possam trabalhar em televisão ou cinema (Áudio Visual); galerias de artes ou espaços culturais (Artes Visuais); estúdios de gravação ou corais (Canto); corpos de baile, casas de espetáculos ou escolas e academias (Dança); bandas, orquestras ou conjuntos de música (Instrumento Musical); estúdios ou laboratórios fotográficos (Fotografia) e em espetáculos ou companhias de teatro (Teatro).

“É um trabalho para desenvolver o espírito também, porque a arte, apesar de não ser passível de uma definição, sabemos que ela nos ajuda a ler o mundo, é maravilhosa. É uma oportunidade para abrir mais rápido as cabecinhas e dar esperança”, explica. “Arte toca em componentes do desenvolvimento do ser humano, que outras áreas não chegam a tocar. Assim podemos nos especializar estudando; com os conteúdos da arte chegamos ao ser humano de uma forma inovadora com a ajuda das linguagens artísticas. É um campo de conhecimento com os seus próprios conteúdos e os alunos têm muitas habilidades para com eles se desenvolverem. Habilidades que outras áreas, de outros campos de conhecimento, não atingem: como ritmo,localização espacial e organização articular, que são conteúdos da música e da dança”.

Mais detalhes – Em cada área os estudantes poderão ter experiências enriquecedoras. Em Artes Visuais, a linguagem ofertada será o desenho, para que o aluno possa aprender a criar e desenvolver obras artísticas visuais; em Áudio e Vídeo os alunos receberão instrumentos para trabalhar com cinema e televisão, através da edição e captação de imagens; no ensino do Canto será trabalhada a voz,do canto popular ao lírico; no de Instrumento Musical,através do violão, será aperfeiçoada a performance instrumental para execução em grupo ou solo; em Dança,o aluno aprenderá a criar e interpretar coreografias através de práticas e técnicas corporais de improvisação, entre outras; em Fotografia serão ensinados os recursos tecnológicos e de linguagem para que o aluno possa aprender a planejar e analisar processos fotográficos; e no de Teatro, será possível auxiliar os jovens atores a interpretar, representar e dar corpo e voz aos personagens.

Os cursos serão realizados em duas unidades do Cearte, na Escola de Dança do Espaço Cultural e na Escola José Vieira, ambas em Tambauzinho. As inscrições estão sendo feitas online, no endereço www.paraibatec.pb.gov.br. Informações pelo número (83) 3214-2923.

Secom-PB

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *