Estação das Artes recebe nova exposição dentro do projeto “Instale-se”

Uma exposição voltada para a proposta pedagógica. Esta é “Identidades – Uma geometria da memória”, do artista Sandro Silveira, que acaba de chegar à Estação das Artes, anexo da Estação Cabo Branco, dentro do projeto “Instale-se”.

A exposição aborda uma discussão de questões diretamente ligadas às memórias presentes no nosso cotidiano, onde rostos tão diferentes se tornam iguais quando pensamos na diversidade das pessoas. “Identidades – Uma geometria da memória” nada mais é do que uma exposição composta por diversos desenhos de rostos, e em todas elas o indivíduo é retratado em uma espécie de “foto 3×4”, sem cabelos, mas com riquíssimas expressões diferentes.

O público pode visitar a exposição “Identidades – Uma geometria da memória” na Estação das Artes de terça a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h. A entrada é gratuita.

Sandro Silveira, autor das obras, procura envolver o público, nesta exposição, na dinâmica de “desenhar” sua própria identidade através de métodos artístico-matemáticos e descobrir que, no meio de tantos rostos desenhados, descobrirmos que somos iguais, mas nos identificamos como únicos no meio de tantos outros.

Na exposição, o público pode observar as imagens do processo de construção das “faces”, em grandes dimensões, posicionadas ao longo do percurso museográfico, para que o público, e principalmente os grupos de estudantes que visitam a Estação, possam compreender e desenvolver os desenhos que serão fixados nos espaços destinados a completar a construção da exposição. Todo este projeto, então, se volta para uma proposta pedagógica, onde o participante / estudante é levado a compreender a relação das ciências exatas com as artes, e vice-versa.

Grupos de estudantes da rede municipal de ensino de João Pessoa, que estiveram visitando a Estação, já tiveram a oportunidade de participar de oficinas artísticas ministradas por Sandro Silveira, onde eles “completaram” os espaços da exposição com as pinturas dos rostos feitas por eles mesmos. O artista entrega aos alunos apenas o esboço padrão das faces da exposição, e cabe aos alunos usarem suas próprias cores no desenho.

O artista – Sandro Henrique Silveira é natural do Rio de Janeiro-RJ. É arquiteto, com experiência em arquitetura de museus de artes visuais, onde desenvolve estudos e consultorias técnicas. Possui projetos cenográficos para exposições de artes visuais e de coordenação executiva de mobiliário utilitário e cenográfico.Tem diversos trabalhos realizados nas áreas de restauro de bens imóveis e preservação do ambiente urbano. Também é artista gráfico, com premiação internacional e exposições no Brasil, na Argentina e na Itália.

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *