Hospital do Bem abre Outubro Rosa e alerta sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama

Uma das questões fundamentais, determinantes no tratamento e cura de um câncer de mama e de boa parte dos tumores malignos é a identificação precoce do problema. Nessa quinta-feira (1º), durante a abertura das atividades alusivas ao Outubro Rosa do Hospital do Bem, de Patos, a questão do diagnóstico precoce da doença foi um dos assuntos abordados.

A ação, que aconteceu na recepção do hospital, seguindo o protocolo de cuidados da pandemia do Covid, contou com a participação do diretor-geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, Francisco Guedes, da oncoligista  Nayarah Castro, além de outros funcionários, pacientes e acompanhantes.

“Foi um momento de relembrar a importância da prevenção, da identificação precoce da doença e de reforçar a diferença que faz contar com um tratamento como o do Hospital do Bem, no Sertão”, destacou Francisco Guedes.

A médica Nayarah Castro reforçou que entre o que se conhece como verdade sobre a doença é que o câncer tem cura, desde que tratado em estágios iniciais e acompanhados corretamente “Isso demonstra a importância do diagnóstico precoce. Qualquer pessoa corre o risco de desenvolver câncer, não há ninguém que possa dizer que é imune”, disse a oncologista, reforçando o atendimento do Hospital do Bem, onde se destaca a questão da humanização e dos protocolos adotados. “Dispomos aqui do mesmo tratamento de outros locais do país”, observou Nayarah, que fez ainda uma abordagem sobre a importância da conscientização da prevenção do câncer de mama e colo uterino.

Ao longo deste mês, outras atividades alusivas ao Outubro Rosa serão realizadas pelo Hospital do Bem, sempre respeitando todos os protocolos de segurança no tocante a evitar aglomerações de pessoas na unidade, inclusive, porque pacientes oncológicos precisam de mais proteção por causa da imunidade.

Secom-PB

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *