Luciano Cartaxo inaugura Casa do Empreendedor para desburocratizar processos e estimular competitividade empresarial da Capital

A Casa do Empreendedor de João Pessoa já está em pleno funcionamento e a partir de agora quem deseja empreender, resolver pendências, ou legalizar a empresa, pode se deslocar até o Centro Histórico, para encontrar um serviço unificado, que desburocratiza e estimula o empreendedorismo na Capital. O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, inaugurou, na manhã desta quarta-feira (5), o novo serviço da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) que funciona em um dos casarões revitalizados do Villa Sanhauá, na Rua João Suassuna. Com capacidade para atender até 150 pessoas por dia, a abertura de empresas deverá ser concluída em um tempo médio de cinco dias.

A Casa do Empreendedor foi um espaço projetado para facilitar a vida de quem quer empreender em João Pessoa. No local, estão concentrados os serviços de todos os órgãos vinculados ao registro e legalização empresarial, a exemplo das secretarias da Receita, Planejamento, Meio Ambiente e ainda a Vigilância Sanitária. Unidas, elas facilitarão a realização de abertura, licenciamento, modificação e baixa de empresas, além de esclarecer dúvidas sobre as questões de registro e licenciamento empresarial.

“A gente está reunindo na Casa do Empreendedor todas as secretarias que prestam os serviços voltados às empresas e quem quer empreender. No momento em que o país vive uma crise na economia, com mais de 13 milhões de desempregados, trazemos este serviço para mais perto das pessoas, facilitando o processo para quem vê no empreendedorismo uma alternativa para superar a crise e para todas as empresas que precisam resolver qualquer tipo de pendência”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Ele ainda afirmou que a Casa do Empreendedor está dentro de uma lógica da atual gestão de estimular as pessoas a empreenderem, a gerarem emprego e renda. “João Pessoa se torna a cada dia uma cidade mais competitiva, procurada por empresários de fora para se instalar aqui e também pelo estímulo da Prefeitura à economia criativa e potenciais microempresários da cidade. Sabemos da importância do microcrédito e também deste novo serviço da Casa do Empreendedor dentro dessa ideia de estimular a classe empresarial”, disse. Através do Banco Cidadão, a PMJP já superou a marca de R$ 47 milhões investidos no microcrédito.

A escolha pela instalação da Casa do Empreendedor dentro do Villa Sanhauá também tem um significado especial. Lançada no ano passado como parte do projeto de revitalização do Centro Histórico e para dar mais vida à região Central da Cidade, o Villa Sanhauá cumpre agora seu objetivo inicial de ser espaço de moradia, comércio e serviços. “As pessoas que querem abrir empresa, terão que vir agora ao Centro Histórico, uma região que antes era esquecida pelo poder público e empresários”, lembrou o prefeito.

O coordenador da Casa do Empreendedor, Brunno Sitônio, afirmou que até 150 pessoas poderão ser atendidas por dia e, além dos atendimentos, também serão oferecidos outros serviços. “No primeiro andar, temos um auditório com capacidade para 50 pessoas, onde serão oferecidos cursos, orientações, palestras, com apoio de nossos parceiros, para que as pessoas possam abrir e gerenciar seus negócios com o máximo de conhecimento e, assim, a cidade se tornar mais competitiva”, destacou.

O presidente do Sindicato dos Escritórios de Contabilidade da Paraíba, Albeci Daniel, falou do pioneirismo da PMJP. “A criação desta casa é um fato inédito de João Pessoa para a classe empresarial. Neste momento do país, mais do que nunca precisamos empreender para ter isso como meio de vida. Por justiça, temos que reconhecer que a gestão do prefeito Luciano Cartaxo valorizou muito a área da contabilidade, tem se esforçado por isso, e nós também nos colocamos à disposição, pois acreditamos nesta parceria”, disse.

Outra instituição que também afirmou estar aberta a parcerias é o Sebrae, através do diretor administrativo e financeiro, Neto Franca. “Inicialmente parabenizamos a gestão pelo fortalecimento e revitalização do Centro Histórico. Pegar esta área da cidade e fazê-la voltar a ser ocupada e procurada é demonstração de respeito à nossa história. O Sebrae sempre estará aberto a novas parcerias e para ajudar a Prefeitura e os empresários que querem colocar em prática suas ideias, criatividade e inovação”, afirmou.

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *