‘Painel Funesc’ fecha setembro com 12 edições voltadas para o debate sobre cultura e diversidade

Oprojeto ‘Painel Funesc’ estreou no dia 14 de julho e desde então já foram realizados uma dúzia de encontros virtuais, na TV Funesc (https://www.youtube.com/user/funescpbgov). Painéis ao vivo voltados para o debate sobre cultura e diversidade, compartilhando o saber e a possibilidade de reflexão.

A composição desses painéis contou com mais de 40 participantes (entre mediadores e convidados para o debate), registrando mais de 2 mil visualizações (além dos acessos e interações durante a exibição ao vivo).

Nesta semana, o Painel Funesc mediado por Mariana Uchôa teve como tema ‘Culturas Populares e Espiritualidades Potyguaras’, com dois indígenas potiguaras: a pedagoga Marilene Lourenço (indígena potiguara) e o psicólogo e doutor em linguística João Irineu de França Neto.

Ainda em setembro, foram outros quatro painéis: ‘Eventos Culturais – como estão e para onde vão’; ‘Nas trilhas do frevo – Compartilhando jornadas; ‘Cultura em tempos de isolamento social – O papel das academias de artes’ e ‘Supressão da Liberdade – Arte, política e saúde’.

Em agosto, foram debatidos os temas: ‘Cinema, diversidade e representação’; ‘Teatro de Rua’; ‘Juventude protagonista na arte’ e ’30 anos da Gibiteca Henfil’. Em julho, foram os três primeiros painéis do projeto: ‘Novos desafios para o circo’; ‘A Biblioteca Pública antes e depois da pandemia’ e ‘Dramaturgia do teatro paraibano com foco em Lourdes Ramalho’.

“Terminando o terceiro mês do projeto, com 12 edições realizadas e dezenas de convidados já posso afirmar que é um projeto de sucesso. A diversidade de pessoas, assuntos e segmentos comprova a transversalidade de atuação da Funesc”, disse Renata Mora, diretora de ações culturais da Funesc.

Ela também destacou o preparo, a consciência, sensibilidade e criatividade da equipe. Conforme Renata, há uma inquietude permanente dos gerentes de cada um dos setores de planejamento e execução.

“Todos aprendemos e compartilhamos conteúdos com os convidados e plateia. Esses painéis com certeza são um marco nas ações da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). Vida longa ao projeto”, finalizou a diretora Renata Mora.

Secom-PB

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *