PMJP paga 14º salário para mais de 8 mil profissionais da educação pelos resultados do ‘Escola Nota 10’

Busca pela excelência na educação. É com esse objetivo que a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) está pagando, nesta quinta-feira (28), o 14º salário para os mais de 8 mil profissionais da rede municipal de ensino como resultado do prêmio ‘Escola Nota 10’, injetando mais de R$ 12 milhões na economia da Capital paraibana antes do final do ano. A premiação é resultado de uma avaliação realizada nas 95 escolas e 85 creches em tempo integral do município, e simboliza o compromisso da atual gestão por resultados implementada desde 2013 que, mesmo em cenário de crise econômica, consegue reconhecer o trabalho dos profissionais e fazer a premiação.

“Essa é uma data muito especial porque demonstra o nosso compromisso com a educação e o planejamento realizado por nossa gestão, o que nos permite chegar ao final do ano injetando mais de R$ 200 milhões na economia do município em menos de 30 dias, com os pagamentos dos salários de novembro, dezembro, 13º salário e esta premiação da educação. Isso é valorizar a educação, priorizar o que é mais importante para o futuro de nossa cidade, o que passa também pela infraestrutura das escolas e creches, dentro do novo padrão de qualidade e, acima de tudo, pela valorização dos profissionais. É um compromisso que nós firmamos e que cumprimos, estimulando melhores resultados a cada ano”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo, durante solenidade no Centro Cultural de Mangabeira.

Os profissionais das 95 escolas e 85 creches recebem um valor proporcional ao Índice de Excelência em Educação obtido pela escola na avaliação geral, que vai de 50% a 100%. Nos últimos cinco anos, já foram investidos R$ 56 milhões em bonificação para os educadores da Capital. A nota é medida a partir de uma prova realizada com os estudantes da rede, que equivale a 50% do total alcançando no Índice, e também leva em conta a frequência dos professores, a participação dos educadores em atividades de formação continuada, em projetos interdisciplinares, além da conservação do ambiente escolar e a atualização dos diários de classe.

“Os maiores premiados com o Escola Nota 10 são os estudantes da rede municipal, que vivem o processo permanente de aperfeiçoamento do ensino e da aprendizagem. São eles que percebem, no dia a dia, a evolução na qualidade do ensino que estamos oferecendo. E esse prêmio é um grande incentivo porque os profissionais buscam mais qualificação, trazem inovações e se sentem mais estimulados em sala de aula. O trabalho é coletivo e o resultado também, o que faz com que haja um envolvimento de todos os profissionais”, explicou a secretária de Educação, Edilma da Costa Freire.

O Prêmio “Escola Nota 10” também mede o desempenho da rede de creches do município, a maior já implantada na Paraíba. A Prefeitura de João Pessoa já construiu ou ampliou 51 creches em tempo integral, atendendo a mais de 13 mil crianças e aumentando em quase 8 vezes o número de bebês acolhidos. “A premiação prova que a rede de creches de João Pessoa cresce em tamanho e também em qualidade, com mais de dois mil educadores alcançando o Índice de Excelência no atendimento de crianças de seis meses a cinco anos de idade”, apontou Edilma da Costa Freire.

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *