Prefeitura de Conde mapeia obras paralisadas, libera recursos e retomará construção de UPA

A Prefeitura Municipal de Conde, através da Secretária de Planejamento, está realizando um mapeamento de todas as obras municipais que se encontram paralisadas na cidade. De acordo com a prefeita Karla Pimentel, o objetivo do trabalho é conseguir aditivos de prazos juntos aos ministérios para que as obras sejam retomadas e concluídas e, assim, a cidade não venha a perder equipamentos públicos.

Karla destaca que recebeu vários convênios e obras paralisadas, a exemplo da UPA na entrada da cidade de Conde, iniciada em 2013, mas graças ao trabalho da atual gestão o equipamento foi destravado e a obra será retomada. .

“Essa obra foi pactuada em 2013 e na gestão pretérita a nossa não foi dada continuidade e não se buscou uma solução para o problema. De forma concreta, hoje estamos enviando para a licitação esta obra de extrema relevância para o município de Conde, que está parada a cerca 1500 dias. Então, em 150 dias estamos conseguindo soluções para uma obra parada a 1500. Quatro anos passa rápido, não queremos cometer o mesmo erro”, disse.

O secretário de Planejamento, Marcio Simões, ressalta que sua pasta está trabalhando para resolver pendências pretéritas, para que a cidade não perca obras de relevância, como construção e reforma de escolas e até um equipamento de saúde, como a UPA.

Marcio acrescenta que a prefeita Karla Pimentel não tem medidos esforços para se dirigir a Brasília para realizar reuniões nos Ministérios na busca das Soluções para o retorno e conclusão das obras inacabadas, que são essenciais a cidade. “Estamos trabalhando muito em busca de soluções objetivas para o município. O compromisso da prefeita Karla Pimentel e de sua gestão é com a cidade e com a população. O povo de Conde merece o melhor e vamos dar o nosso melhor para isso acontecer”, afirmou.

“Completamos 150 dias de trabalho, sempre buscando fazer um levantamento diagnóstico da situação do município, no que se refere as obras e planejamentos de novos projetos, mas sem abandonar o que já existia, diferente de outras gestões, no qual se muda o governo parava a obra, sem pensar em quem mais sofre com isso: o povo”, completou.

Marcio Simões ressaltou ainda que a prefeita Karla Pimentel e toda a sua equipe de auxiliares estão preocupados com a legalidade das obras, por isso procuram sempre prestar esclarecimento à população de Conde. “Todos podem ter certeza que ninguém vai deixar nenhum ‘elefante branco’, mas que precisamos primeiramente saber exatamente o que acontece no nosso município e por que a obra não foi dada continuidade”, concluiu o secretário.

SECOMD

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *