Profissionais da Saúde e da Habitação participam de qualificação de prevenção ao câncer de mama

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou uma qualificação sobre a prevenção ao câncer de mama para profissionais que trabalham nos serviços de Atenção Básica e técnicos da Secretaria de Habitação (Semhab). A atividade aconteceu nesta quinta-feira (3) no auditório do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) e integra a programação da Campanha Outubro Rosa.

O objetivo da qualificação é capacitar os profissionais das unidades de saúde da família para acolher as usuárias, incentivando a prevenção ao câncer de mama e identificação precoce da doença. Assim como capacitar, também, os técnicos da Semhab para dar assistência às moradoras dos residenciais construídos pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

“Realizamos essa qualificação para que nossos profissionais saibam cada vez mais acolher e oferecer cuidado efetivo às nossas usuárias. Então, é um momento muito importante de crescimento e ampliação da assistência para que seja oferecido um atendimento mais humanizado e resolutivo às usuárias”, afirmou Ana Giovana Medeiros, secretária-adjunta de Saúde.

A qualificação foi ministrada pelo médico de Saúde da Família e Comunidade, André Sassi, que destacou pontos voltados à saúde da mulher como câncer de mama e de colo de útero, planejamento reprodutivo, acompanhamento de pré-natal, violência contra a mulher e infecções sexualmente transmissíveis.

Serviço – A Rede Municipal de Saúde oferta 5,6 mil mamografias ao mês, destinadas às usuárias da rede pública. Atualmente, os exames são oferecidos em quatro serviços, por meio da rede municipal. São eles: Centro Especializado em Diagnóstico do Câncer (CEDC), Fundação Napoleão Laureano, Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) e Instituto Walfredo Guedes Pereira (Hospital São Vicente de Paulo).

Para ter acesso ao exame, a usuária deverá se dirigir à sua Unidade de Saúde da Família (USF) de referência. No local, ela passará por avaliação do médico ou enfermeiro que, ao verificar a necessidade do exame, fará a requisição da mamografia.

De posse do encaminhamento, as mulheres munícipes de João Pessoa podem optar entre fazer a marcação por meio da USF ou dirigir-se diretamente a um dos quatro serviços conveniados para fazer o agendamento. Podem fazer a mamografia de rastreamento, as munícipes a partir dos 40 anos de idade. No caso das moradoras de outros municípios, pactuados com a Capital, os exames devem ser agendados por meio das Secretarias de Saúde de onde residem.

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *