Revezamento da tocha olímpica de Tóquio-2020 é suspenso na Grécia

O Comitê Olímpico Helênico, da Grécia, decidiu suspender a etapa do revezamento da tocha da Olimpíada de Tóquio-2020 que seria realizado no berço dos Jogos até o dia 19 de março, por causa da pandemia de coronavírus.

 O tradicional evento que antecede a Olimpíada começou na quinta (12), após a cerimônia de acendimento da chama no santuário de Olímpia.

De acordo com o comitê grego, a primeira etapa do revezamento, na região de Esparta, recebeu um número muito alto de espectadores, o que levou à suspensão para evitar novas aglomerações.

No dia 19, a chama olímpica será entregue, em uma cerimônia sem público em Atenas, para os organizadores da Olimpíada do Japão.

Se for mantido, a partir do dia 26, em Fukushima, começa o revezamento pelo país-sede, que percorrerá 47 localidades durante 121 dias, culminando com a cerimônia de abertura da Tóquio-2020, no novo estádio olímpico construído na capital japonesa.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte

Foto: Aris Messinis/AFP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *