Saúde alerta sobre prevenção de doenças mais comuns no verão

Verão é período de férias e muita diversão, mas também é necessário tomar alguns cuidados com a saúde, pois existem doenças sazonais decorrentes do calor e das mudanças de temperatura, a exemplo de micoses, insolação desidratação e infecções gastrointestinais. Para esta semana, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é que a temperatura tenha uma variação de 23ºC até 32ºC, com tempo ensolarado e chuvas isoladas no mesmo dia.

De acordo com Sinval Cavalcanti, médico de saúde da família, ambientes com exposição à luz solar como praias e piscinas são favoráveis para dermatoses variadas. “O calor e a umidade favorecem a proliferação de fungos causadores de micoses, com coceiras e manchas na pele. Para evitar esses fungos, é essencial não ficar com roupa molhada e enxugar-se bem após o banho”, afirmou.

Ele alerta que a exposição ao sol desencadeia alguns riscos que muitas vezes são ignorados pelas pessoas, como insolação, desidratação, manchas na pele e até mesmo câncer de pele, em longo prazo. “É fundamental o uso diário do protetor solar, não só na praia. Para evitar a desidratação, é recomendável beber bastante água. Lembrando que a desidratação e a insolação excessiva em crianças e idosos devem ter uma atenção maior”, recomendou.

Também é importante ficar atento ao que se vai comer nas praias, pois se os alimentos comercializados estiverem mal conservados podem resultar em infecções gastrointestinais, com sintomas como náusea, vômito e diarreia. “O ideal é dar prioridade a comer em estabelecimentos confiáveis ou levar comida de casa, em embalagem correta”, ressaltou o profissional.

Por fim, o médico destacou as doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti, como dengue, zika e chikungunya. “Esse mosquito tem atração pelo calor e água parada decorrente das chuvas, comuns neste período do ano. A prevenção é realizada através do uso de repelente e não deixar expostos objetos que possam acumular ovos do mosquito”, disse Sinval.

Serviço – Em casos de sintomas como febre, dores no corpo, dores abdominais, sangramento e vômito, as pessoas devem se dirigir a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Em João Pessoa, são quatro unidades, nos bairros: Manaíra, Cruz das Armas, Bancários e Valentina Figueiredo. Para outras situações de adoecimento, que não apresentam riscos, a população pode procurar atendimento médico nas Unidades de Saúde da Família (USF).

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *