Sedh entrega RG e Cartão Alimentação às famílias despejadas em Monsenhor Magno

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), por meio da Diretoria de Assistência Social e de Segurança Alimentar e Nutricional e do Programa Cidadão, entregou, nesta quarta-feira (17), registros gerais (RG) e Cartão Alimentação a cerca de 130 pessoas que estão atualmente acampadas em barracos num terreno na comunidade Monsenhor Magno.

Os beneficiados pertencem a cerca de 200 famílias, que estavam alojadas em barracos em um terreno no mesmo bairro, de onde foram despejados por força de uma ação de reintegração de posse, no último mês de março. Após levantamento, foi identificado que 80 pessoas necessitavam do RG, sendo que 17 delas não possuíam os documentos necessários para emissão. Enquanto que 66 famílias não possuíam o Cartão Alimentação.

A cearense Sandra Floriano da Silva (40), que há 25 anos mora em João Pessoa, já tendo morado na Comunidade do Timbó e no Conjunto Valentina de Figueiredo, é mãe de três filhos, sendo o mais novo portador de necessidade especial, que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC), o que garante o sustendo da família. “Desde que me divorciei há 12 anos, precisava atualizar minha identidade e colocar o nome novo. Graças a Deus agora consegui”, comemorou.

“Essa é a coisa mais importante da vida, tanto quanto a casa”, afirmou exibindo a carteira de identidade dona Maria José Araújo (71). “Perdi todos os meus documentos quando o trator demoliu o barraco e aterrou tudo. É muito importante para mim, porque necessitava para atendimento no hospital, tenho problemas reumáticos, e preciso para retirar os remédios”, afirma emocionada.

A assistente social Monica Evolino, da Sedh, que está à frente da ação de assistência às famílias desabrigadas após reintegração de posse em março, disse que o Governo do Estado continua acompanhando as famílias no sentido de garantir uma dignidade mínima a elas. Assim que houve a ação de despejo, o Estado cedeu caminhões para mudanças daquelas que tinham para onde ir e para cerca de 200 famílias que não tinham para onde ir foram destinadas duas tendas para abrigo provisório com dois banheiros químicos, onde permanecem até o momento.

Secom-PB

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *