Semam recomenda que não se acendam fogueiras em respeito às pessoas em tratamento da Covid-19

Em respeito às pessoas que estão em tratamento da Covid-19, e considerando que esta é uma doença que compromete o sistema respiratório, o secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de João Pessoa, Welison Silveira, recomendou que a população não acenda fogueiras nesse período de junho.

“Nós estamos num período de pandemia com uma doença que compromete os pulmões. Por esta razão, estamos apelando para o bom senso das pessoas, no sentido de evitar a fumaça provocada pelas fogueiras no mês de junho. O momento pede que todos tenhamos atenção uns com os outros e não faz o menor sentido obrigar as pessoas que estão em tratamento, muitos se recuperando dessa doença gravíssima, a  ter que respirar a fumaça da queima da madeira”, concluiu.

Em João Pessoa, fazer fogueiras no período junino é comum nos bairros e os gestores públicos costumam respeitar a tradição e não proíbem a manifestação cultural. Contudo, é recomendado que a população observe o artigo 114 do Código Municipal de Meio Ambiente, que  diz que “é proibido a queima ao ar livre de material e resíduos que  comprometam, de alguma forma, o meio ambiente ou a sadia qualidade de vida”.

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *