Conselho Municipal de Assistência Social elege representantes da sociedade civil

Os representantes da sociedade civil que vão integrar o Conselho Municipal de Assistência Social de João Pessoa (CMAS/JP), durante o biênio 2021/2023, foram definidos na manhã desta terça-feira (8). A escolha dos nomes das entidades aconteceu em assembleia de eleição, realizada no Centro de Referência Municipal da Pessoa Idosa, no Altiplano.

O processo eleitoral teve início por volta das 10h30, após credenciamento das entidades participantes. Os representantes foram recebidos pela Comissão Eleitoral, que fez a abertura oficial da assembleia. Na sequência, foi definida a mesa diretora da votação, que apresentou o regimento interno da Assembleia de Eleição e, depois, apresentou os vídeos de cada entidade candidata.

O CMAS/JP é vinculado à Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (SEDHUC). O secretário da pasta, João Corujinha, esteve presente na votação, ressaltando a importância da participação da sociedade civil no fortalecimento da política municipal de assistência social. “O Conselho é fundamental para garantir a implementação e constância de programas e projetos na política da assistência social em toda a cidade. Ter as entidades caminhando lado a lado com os representantes governamentais torna o trabalho ainda mais democrático”, disse.

O representante do gabinete do prefeito, Silvio Britto; a diretora da Assistência Social, Benicleide Silvestre; e a coordenadora do Controle Social, Mônica Lucena, também marcaram presença.

Eleitos – A escolha das entidades representantes aconteceu por segmento. Entre as de atendimento à infância e adolescência, foram eleitas a Casa Pequeno Davi e as Aldeias Infantis SOS Brasil, como titular e suplente, respectivamente. No atendimento ao idoso, venceram a Vila Vicentina Júlia Freire e Associação Promocional do Ancião Dr. João de Menezes (Aspan), respectivamente. Entre as associações comunitárias, Associação Recreativa Cultural e Artística (Arca) e Centro Integrado de Ações Comunitárias pela Vida (Cicovi).

Já no segmento das associações de pessoas com deficiência, foram eleitos o Instituto de Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de João Pessoa (Apae/JP). Entre as associações de trabalhadores, foi composto o Conselho Regional de Serviço Social (CRESS), que já possui cadeira garantida no CMAS/JP.

A atual presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Valéria de Fátima Simões Soares, presidiu a Comissão Eleitoral. Segundo ela, os representantes escolhidos devem trabalhar para que os segmentos em situações de vulnerabilidade possam acessar a política de assistência social da Capital. “Garantir os direitos humanos desta população no município de João Pessoa é o desejo deste colegiado”, frisou.

Posse – Todo processo eleitoral foi aprovado pela assembleia e lavrado em ata. Os representantes eleitos serão empossados no próximo dia 21, juntamente com os representantes governamentais indicados pelas secretarias da gestão municipal.

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *