Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna fecham seleção olímpica de skate

Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna são os skatistas que representarão o Street masculino do Brasil na Olimpíada de Tóquio-2020. O trio da seleção de skate garantiu a vaga matematicamente na semifinal do Mundial de Street, em Roma, na Itália, neste sábado. Kelvin (terceiro colocado) ainda avançou entre os oito melhores para a decisão deste domingo. Giovanni e Felipe ficaram na 18.ª e 19.ª posições, respectivamente.

“Agradeço bastante aos meus parceiros que conseguiram essa vaga, o Giovanni e o Felipe, porque eles também andaram bastante e isso motivou um ao outro. Até mesmo o Carlos que estava até no último minuto ali nas Olimpíadas, aí foi ultrapassado pelo Giovanni. Então é bem difícil chegar a esse ponto, mas eu acredito que sem a motivação deles, andando, praticando, acho que eu também não conseguiria. Então foi muito bom. É bem gratificante porque é a primeira vez que a gente vai estar lá. Então vai ser uma experiência muito nova para mim e para todo mundo. Não vejo a hora de chegar lá e representar o Brasil. A minha alegria é imensa. Vou levar essa experiência para o resto da minha vida”, destacou Kelvin.

“Acho que nunca me senti assim. Comecei a andar de skate em Brasília em 98. Eu nem sabia que o skate ia ser algo olímpico, que ia ser uma profissão. Depois de tanto tempo, 22 anos de skate, o skate entrou nas Olimpíadas, fui fazer parte da primeira seleção. Me sinto lisonjeado e privilegiado por isso. Nem sei qual vai ser a sensação, mas só de estar lá entre os melhores representando o meu país deve ser um sentimento que só quem está lá sabe como é. Não vejo a hora. Vou fazer o que eu sei de melhor, que é andar de skate. Estou feliz demais”, comemorou Felipe.

“Não estou nem acreditando até agora. Eu vim de uma lesão no joelho e acabou dando tudo certo. Estou feliz por isso, por ter conseguido andar de skate, mesmo não tendo passado para a final, consegui me sentir bem em cima do skate. Esse é o melhor sentimento para mim. Minha família está muito feliz. Parece algo mágico”, comentou Giovanni.

“Estou feliz por estar na Itália, andando de skate, me sentir bem, por conta da lesão que eu tive, e pelo meu avô ter nascido em Napoli, na Itália. É a primeira vez que eu venho para a Itália. Então, mandando as fotos para o meu avô, mostrando tudo que está acontecendo, é algo muito mágico para mim. Não só em relação ao skate, mas em relação à família também. Estar aqui nesse dia e ter acontecido tudo isso que aconteceu”, completou o brasileiro.

No Street feminino, Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Leticia Bufoni conquistaram a vaga para os Jogos de Tóquio-2020 na última sexta-feira. O trio também está na decisão do Mundial, neste domingo.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte

Foto: Getty Images

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *