Secretaria das Mulheres participa de caminhada pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

Neste domingo (08), a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM) participa da 3ª Caminhada pelo Fim da Violência Contra as Mulheres promovida pelo Grupo Mulheres do Brasil. A mobilização acontece em mais de 20 cidades do país e conta com o patrocínio do Magazine Luiza. Na Capital, a concentração será as 6h, no Largo da Gameleira, em Tambaú.

A caminhada tem como objetivo conscientizar a população para que denuncie todos os tipos de violência contra a mulher. Em parceria com o Grupo Mulheres do Brasil, a Secretaria tem feito vários trabalhos de empoderamento e empreendedorismo para as mulheres em situação de violência. “O apoio que estamos dando nesta caminhada ajuda ainda mais a fortalecer essa parceria com o Grupo que ajuda tanto as mulheres. Queremos a mesma coisa, o fim dessa violência”, afirma a secretária Adriana Urquiza.

O Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra (CRMEB) é um espaço fundamental de apoio para as mulheres vítimas de violência. Com uma equipe multidisciplinar o centro oferece vários serviços para as mulheres consigam sair do ciclo da violência. Para obter mais informações é só ligar 0800 283 3883.

 

Serviço

3ª Caminhada pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

Dia: 08.12

Hora: 6h

Local: Largo da Gameleira

Entrada gratuita

Secom-JP

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *