Tinder vai lançar a série interativa ‘Swipe Night’ no Brasil

Para quem participou da experiência interativa promovida por ‘Black Mirror: Bandersnatch’, da Netflix, e gostou da sensação de controle da história, provavelmente vai se identificar com a série ‘Swipe Night’, criada por um dos aplicativos de relacionamento mais famosos da atualidade, o Tinder.

Os episódios, que estrearam nos EUA no ano passado, chegam ao Brasil em 14 de março, e vão oferecer narrativas diversificadas, baseadas na escolha dos usuários, com cada um dos capítulos tendo cinco minutos de duração. A perspectiva de visualização é em primeira pessoa, justamente para que os usuários se sintam parte da narrativa. Assim como um aplicativo comum, os vídeos serão exibidos verticalmente.

Além de serem importantes para a história, as decisões tomadas ao longo da narrativa vão afetar diretamente a maneira como serão dados os ‘matchs’ no aplicativo. Isso porque, de acordo com o Tinder, as decisões importantes tomadas durante os episódios, serão exibidas no perfil dos usuários ao fim da experiência.

Ao todo, serão quatro episódios lançados semanalmente. O usuário terá apenas sete segundos para tomar decisões cruciais para os rumos da história. O sistema será semelhante ao uso habitual do aplicativo, sendo necessário deslizar para a esquerda ou direita para selecionar uma opção. Ao fim da experiência, as escolhas feitas serão essenciais para determinar os possíveis crushes.

Durante cada um dos episódios, é possível pausar a qualquer momento tocando no centro da tela. Essa opção não está disponível quando o vídeo estiver durante uma “escolha crítica”.

Para a criação do projeto, o Tinder contratou os roteiristas Nicole Delaney (Big Mouth) e Brandon Zuck (Facebook Watch). A direção ficou a cargo de Karena Evans, diretora de alguns clipes do cantor Drake.

Fonte: Olhar Digital

Foto: Tinder/Divulgação

 

Paulo de Pádua

Paulo de Pádua Vasconcelos é jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem especialização em Assessoria de Imprensa, no Curso de Comunicação Social, concluído pela FESP. Trabalhou, como repórter, em vários portais do Estado, a exemplo do WSCOM e ParlamentoPB, no BLOG de Luís Torres, por um determinado período, e também foi repórter dos cadernos de cidade, policial e política dos Jornais A UNIÃO e do extinto O NORTE. Além disso, foi coordenador de Comunicação Social e depois coordenador do Portal da Câmara Municipal de João Pessoa. Atualmente exerce a função de assessor de imprensa da Presidência da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *